Clique para ampliar

Compartilhar:

Fotografia de Criança Produzida Pela CHICAGO PORTRAIT Co ,Original dos Anos 1920

Fotografia de Criança Produzida Pela CHICAGO PORTRAIT Co ,Original dos Anos 1920 

Moldura em madeira trabalhada medindo 35 x 59 cm

Vidro Bombê 

Excelente Estado 

 

Informaões manuscritas no verso : Hélio 10- 11-1927 

 

Nesse caso , a fotografia ampliada e colorizada

 

A empresa foi fundada em 1893 e funcionou até pelo menos 1940. Ela também produziu pinturas de edifícios famosos, mas é mais conhecida por seus retratos feito a partir de fotos antigas de família. 

A Chicago Portrait Co. era a maior empresa do gênero nos Estados Unidos. Os vendedores viajavam pelos Estados Unidos, Canadá, México e América do Sul vendendo as fotos.

Depois que o cliente forneceu uma foto original, ela era ampliada e colorida com aquarela, nanquim, tinta a óleo, pastéis ou giz de cera. 

A imagem final estava em um pedaço curvo de papelão, o mesmo era colocado em moldura de madeira trabalhada e vidro bombê, depois oferecida aos clientes .

 

Processo inventado por André Adolphe Eugène Disdéri (1819-1889/90) em torno de 1863, a fotopintura é obtida a partir de uma base fotográfica em baixo contraste - que tanto pode ser uma tela quanto uma imagem sobre papel - sobre a qual o pintor aplica as tintas de sua preferência, geralmente guache, para o papel, e óleo, para as telas.

Essa técnica apresenta a vantagem de dispensar a exigência de grande talento do pintor para o difícil gênero do retrato, transformando-o na maior parte dos casos num mero colorista, ao mesmo tempo que libera o cliente das fastidiosas sessões de pose exigidas pela pintura tradicional.

Já em 1866 encontramos os primeiros praticantes deste processo no Brasil, que era denominado nos países de língua inglesa de photography on canvas.

A fotopintura ganhou fama nas famílias brasileiras de todo o país, principalmente pelo fato de que ela possibilitava que a imagem de uma pessoa querida fosse eternizada e, caso necessário, retocada.

Isso aconteceu de forma mais intensa no Nordeste. Uma razão que explica isso é o fato de essa região ser uma das mais religiosas e apegadas a tradições do Brasil.

Desse modo, em muitos momentos, a fotografia pintada a mão representava um ótimo instrumento de registro de passeatas religiosas e de feiras agrícolas do local, como mostram as palavras do curador Titus Riedl:

“A fotografia popular se encontrava informalmente em lugares de grande aglomeração como passeios públicos, praças, feiras, circos e romarias. Faz parte do dia a dia de quase toda a população e assim da identidade brasileira”.

Essas situações criaram uma identidade cultural bastante forte. Tanto que, até hoje, mesmo com as evoluções tecnológicas, é possível encontrar fotopinturas em regiões mais afastados do Nordeste.

 

http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo3871/fotopintura

https://pt.wikipedia.org/wiki/Andr%C3%A9_Adolphe_Eug%C3%A8ne_Disd%C3%A9ri

https://laart.art.br/blog/fotopintura/

 

Pague com
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura